Como funciona a cirurgia de aumento de coroa clínica? Entenda mais

Atualizado: Mar 4


Existem casos em que a parte visível do dente é pequena demais. Isso pode ser uma característica do indivíduo ou ocasionado por problemas, como cárie e fratura. No entanto, é possível recorrer a procedimentos que fazem o aumento de coroa, alongando os dentes.


O objetivo é alcançar maior simetria e harmonia para a dentição a fim de que os dentes tenham uma exposição adequada. Também possibilita outras intervenções, como a aplicação de uma coroa artificial ou um bloco para recompor a estrutura do dente.


Existem diferentes indicações para essa cirurgia, que é um procedimento muito simples. Neste artigo, explicamos como ela é realizada, quem pode fazer e quais são os cuidados para ter uma boa recuperação. Acompanhe!


O que é a cirurgia de aumento de coroa?

É chamada de coroa a parte do dente que conseguimos ver quando uma pessoa sorri. Uma grande porção dela se localiza fora da gengiva, mas existe uma parcela abaixo desse tecido, um pouco mais escondida.


Quando isso acontece, como em casos de sorriso gengival, temos a impressão de que os dentes são curtos. Então, realizamos uma cirurgia para o aumento de coroa com o intuito de expor um pouco mais o dente.


Porém, existem outras indicações para a aplicação dessa técnica. Esse é o caso de pessoas que desenvolveram cáries profundas e daquelas que sofreram fraturas no dente muito próximo da gengiva, perdendo uma grande parcela da sua estrutura.


Nessas situações, é preciso fazer uma restauração direta ou indireta. Muitas vezes, o dentista precisa dessa porção do dente que está escondida para servir como base para um bloco ou uma coroa artificial.


Como esse procedimento é feito?

Por causa de suas indicações distintas, a cirurgia de aumento de coroa pode ser feita por meio de procedimentos diferentes, dependendo da necessidade de cada paciente. A seguir, mostramos quais técnicas podem ser aplicadas.


Gengivoplastia

No caso de dentes muito curtos, quando a gengiva está recobrindo demais o esmalte, pode ser realizada a gengivoplastia. Essa é uma cirurgia plástica que tem por objetivo remover uma porção do tecido gengival para que a coroa do dente seja exposta.


É um método simples e rápido, feito no consultório do periodontista com anestesia local. Ele faz apenas uma incisão, removendo a porção extra do tecido gengival e desenhando suas bordas, para que ela fique mais simétrica.


Remoção de tecido ósseo

Alguns pacientes podem precisar que uma porção do osso seja removida, dependerá de como se encontra o posicionamento da coroa do dente em relação ao tecido ósseo de suporte. Pode parecer, mas não se trata de um procedimento muito complexo., e ele também é feito no consultório do dentista com anestesia local.


O Periodontista (especialista em tecido gengival e ósseo) faz uma incisão na gengiva, removendo o tecido gengival em excesso, descola o tecido gengival, tendo acesso ao tecido ósseo que precisa ser trabalhado para permitir que parte da coroa que estava escondida seja exposta. E após, o tecido gengival e suturado, e o procedimento é finalizado.


Uso de aparelho ortodôntico

Podemos recorrer à ortodontia para fazer o aumento de coroa, mas, nesse caso, não se trata de um procedimento cirúrgico. É feita a instalação de um aparelho ortodôntico que exerce força sobre o dente fazendo com que ele saia de dentro do tecido ósseo (extrusão do dente). A vantagem dessa técnica é não precisar cortar a gengiva. Mas, essa indicação ocorre quanto se trata de um dente anterior, e que a estética corra risco de ficar comprometida.


Quais são os cuidados pós-operatórios do aumento de coroa?


Embora a cirurgia para aumento de coroa não seja complexa é preciso tomar cuidados pós - operatórios também. Eles são necessários para garantir a boa cicatrização dos tecidos e evitar inflamações e infecções. Portanto, o especialista recomendará:


  • não se expor ao sol;

  • evitar esforços físicos;

  • preferir alimentos pastosos em temperatura ambiente;

  • evitar alimentos ácidos e condimentados;

  • manter uma excelente higiene bucal;

  • não tocar o local operado;

  • evitar esforços com a cavidade oral, como falar muito;

  • administrar os medicamentos corretamente (se necessário);

  • não fazer bochechos intensos;

  • evitar os movimentos de sucção.


Nas primeiras 48 horas, as gengivas ficarão naturalmente avermelhadas e inchadas, sendo um momento importante de repouso e cuidados mais intensos para não ocorrerem sangramentos e para que os tecidos iniciem a cicatrização. Em cerca de 1 mês, a recuperação estará completa.


A cirurgia para aumento de coroa é um procedimento que ajuda na valorização estética e tem funcionalidades terapêuticas em muitos casos. Embora seja um método simples, deve ser realizado por profissionais experientes para preservar sua saúde bucal e alcançar melhores resultados.


Quer conhecer mais tratamentos e receber dicas de como cuidar bem do seu sorriso? Então, assine a nossa newsletter e tenha acesso aos materiais em primeira mão!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco