Dicas de como tratar as cáries e conquistar o sorriso ideal

Atualizado: 17 de Ago de 2019




Este é um dos problemas bucais mais comuns do mundo e pode comprometer gravemente a saúde dos dentes e a beleza do seu sorriso. Estamos falando das cáries, que exigem intervenção rápida para evitar maiores consequências à saúde bucal.

Mas, se você vai ao dentista regularmente, faz uso do fio dental e escova os dentes diariamente, pode mantê-los brancos e saudáveis, livres de cárie. Parece bom demais para ser verdade? Acompanhe um exemplo animador!


As cáries na Suécia


A Suécia é um dos países com menor índice de cáries em todo o mundo: igual ou menor a 1 por criança de até 12 anos. A estatística supera a meta mundial da Organização Mundial da Saúde, que considera aceitável até 3 cáries por criança de até 12 anos. Outros países, como Estados Unidos, Finlândia, Dinamarca e Holanda também possuem índices baixíssimos, mantendo a ameaça da cárie sob controle.

Contudo, nem todos compreendem a importância do hábito das consultas frequentes ao dentista para realizar ações preventivas e curativas, como tratar as cáries em seu estágio inicial e fazer uma limpeza profissional.

Segundo pesquisas, todas as pessoas, em qualquer idade e ao redor do mundo, apresentarão a doença ao menos uma vez na vida, e muitos pacientes passam por esse problema repetidas vezes ao longo dos anos. Por isso, é fundamental ter conhecimento sobre como tratar as cáries e como prevenir o seu surgimento, desde a infância até a idade adulta.


Tipos de cárie


A cárie pode se formar tanto nos dentes de leite (decíduos) quanto nos permanentes e, em ambos os casos, merecem atenção e o devidos tratamentos. Existem 3 tipos de cáries:

coronária: localizada na coroa do dente, normalmente na área mastigatória, que tem contato direto com os alimentos;radicular: ocorre nas raízes do dente, que ficam parcialmente expostas devido à recessão da gengiva;interproximal: cárie entre os dentes, local que a escova não alcança, por isso a higienização com fio dental é tao importante;recorrente: afeta as áreas ao redor de restaurações ou coroas, sendo causada por má higienização ou por fraturas nessas restaurações, e nessas fraturas acumulam resíduos alimentares, causando a cárie.

O dentista é o profissional responsável por identificar e orientar sobre como tratar as cáries, devolvendo a função do dente., e tornando o dente cuidado com restauracoes claras, da cor dos dentes naturais.


Causas da cárie


O surgimento da cárie é um processo que se inicia com a formação da placa bacteriana nos dentes. Quando os resíduos de alimentos se acumulam entre os dentes e a higiene não é feita corretamente, surge, então, a placa bacteriana, uma substância que libera ácidos que danificam o esmalte dos dentes e criam pontos de erosão. Se esse inicio da cárie não for identificado, ocorre a progressão da erosão, tendo acesso a dentina, e progressivamente, chega a polpa coronária (nervo do dente), causando danos ainda maiores à estrutura dentária.

Entre os fatores de risco para o desenvolvimento da cárie, estão:

consumo excessivo de alimentos açucarados e com amido;escovação incorreta ou pouco frequente;falta de uso do fio dental;deficiência de flúor;boca seca (pouca produção de saliva).

Saber como tratar as cáries e, principalmente, conhecer suas causas, além de compreender como prevenir o seu surgimento, são fatores fundamentais para manter a saúde bucal sempre em dia. Afinal, esse problema tão comum pode prejudicar a autoestima e a confiança do paciente, se refletindo em diversas áreas da vida.


Tratamento da cárie


Ao identificar sintomas indicativos do problema, como: dor, mudança de coloração do esmalte (amarela, marrom ou preta), sensibilidade ou orifícios visíveis na superfície do dente, é fundamental procurar um dentista de confiança para diagnosticar e orientar a respeito de como tratar as cáries.

Na maioria dos casos, o tratamento é rápido, simples e indolor: o dentista remove a parte deteriorada do dente e preenche o espaço com materiais resistentes, que não comprometem a estética, como exemplo, a resina composta fotopolimerizável.

Quando o dano é mais extenso, pode ser necessário substituir uma parte do dente por uma coroa ou remover os nervos afetados, por meio de um tratamento de canal. Portanto, buscar tratamento ao menor sinal de problema e fazer consultas periódicas com um profissional são a melhor maneira de evitar consequências mais graves.

Todavia, melhor do que entender como tratar as cáries é saber como preveni-las. De maneira geral, manter bons hábitos de saúde e higiene é o suficiente para manter o sorriso a salvo. Limitar o consumo de doces e refrigerantes, utilizar o fio dental todos os dias e escovar os dentes após cada refeição são atitudes que contribuem para uma boca saudável e bem cuidada.


E você?! Costuma visitar seu dentista regularmente? Agora que você já sabe como tratar as cáries e se prevenir desse e de outros problemas bucais, compartilhe este post em suas redes sociais e ajude outras pessoas a cuidar de seus sorrisos!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco