Tipos de escova de dente: conheça os principais modelos



Você conhece os melhores tipos de escova de dente? Já parou para analisar esse objeto que utiliza todos os dias? Não? Mas deveria. Ter conhecimento sobre esse item é muito importante para conservar sua saúde bucal.


Isso porque a quantidade de saliva e os restos de alimentos presentes na boca criam o ambiente ideal para a proliferação de milhares de micróbios. Portanto, a escova de dente é essencial para quem deseja higienizar a boca corretamente a fim de evitar o surgimento de cáries, gengivite, mau hálito e outras patologias.


Pensando nisso, elaboramos este conteúdo. Nele, você conhecerá os principais tipos de escova de dente. Confira!


Escova com cerdas macias e extramacias

São fortemente indicadas para dentes permanentes e dentes de leite. Elas não machucam a gengiva e são muito eficientes na hora de remover a placa bacteriana e os restos de comida. Em casos de recessão gengival — redução da camada de gengiva que cobre a dentição, deixando-a mais exposta, mais longa e, em alguns casos, com maior sensibilidade —, utilize uma escova com cerdas extramacias.


Todas elas devem ter formato circular para alcançar todas as áreas da boca facilmente, a fim de eliminar as bactérias que causam doenças.


Escova com cerdas do tipo unitufo

A unitufo é ideal para higienizar os dentes do fundo. Sua principal característica é ter uma cabeça menor que a das outras escovas, tornando-a ideal para escovar os cantinhos mais difíceis. Além de fazer esse tipo de limpeza, ela também pode ser usada para dar um toque final à escovação.


Escova ortodôntica

O aparelho ortodôntico é capaz de impregnar restos de alimentos em excesso, tornando impossível que uma escova comum consiga removê-los totalmente. Logo, se você utiliza esse tipo de prótese, a escova ortodôntica é a melhor opção, pois suas cerdas têm um formato específico em “V”, que conseguem limpar melhor que as outras. Como o tufo é macio e arredondado, é possível escovar próximo à gengiva.


Escova com cerdas duras e médias

Se você pensa que, quanto mais dura for a escova de dente, melhor será a limpeza, está redondamente enganado. Em geral, ela não é recomendada pelos dentistas, pois apresenta cerdas muito resistentes que danificam o esmalte dos dentes e a gengiva.


Por ter essa característica robusta, essa escova é indicada para fazer a limpeza de aparelhos e proteses totais (dentaduras) — basta fazer movimentos suaves e circulares para eliminar a sujeira.


Escova elétrica

Funciona por meio de bateria recarregável e reduz o esforço para escovar os dentes. Para usá-la, é só acionar o botão e a ponta começa a girar, oscilar ou vibrar para fazer a escovação sem que seja necessário aplicar esforço manual. Existem vários tipos de escova de dente elétrica:


  • rotativa: realiza movimentos circulares nos sentidos horário e anti-horário;

  • cabeça oscilante: move-se de um lado para o outro e pode ter cerdas que se movimentam em direções opostas;

  • dupla: combina rotação e oscilação;

  • ultrassônica: vibra em alta velocidade e tem até milhares de oscilações por minuto.


Algumas opções contam com temporizadores para garantir que o usuário escove todos os cantos da boca igualmente por cerca de dois minutos.


E então, o que achou dos tipos de escova de dente mencionados acima? Após conhecer esses modelos, você saberá qual escolher para atender às suas necessidades de escovação. Porém, lembre-se de adquirir aquelas que são de marcas reconhecidas no mercado, pois elas passam por testes rigorosos que comprovam sua qualidade e sua eficiência.


Se você gostou do conteúdo abordado neste post e deseja ficar por dentro de novidades sobre saúde bucal, siga nossas mídias sociais. Estamos no Facebook e no Instagram.

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

Ligue para o IOS!

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco