O que causa a gengivite e como identificar os sintomas?

Atualizado: 26 de Jul de 2019


Você sabe o que causa a gengivite? Nem todo mundo sabe responder essa pergunta com certeza, por isso, também há dúvidas sobre como preveni-la. Essa é uma das razões para que seja um quadro frequente nos consultórios odontológicos.

A gengivite é uma inflamação que afeta a gengiva e, quando não tratada, se estende para os demais tecidos que sustentam os dentes, evoluindo até para a periodontite. Quando atinge esse estágio, provoca sintomas mais graves e pode ocasionar a perda de dentes.


Qualquer pessoa pode ter gengivite, e foi por isso que preparamos este artigo. Continue lendo para saber ao certo o que desencadeia essa inflamação e quais são seus sintomas. Assim, você poderá ficar atento aos primeiros sinais e iniciar o tratamento o quanto antes para manter a sua boca saudável.


Principais causas da gengivite

O que causa gengivite são diversos fatores que deixam esse tecido mais suscetível ao ataque de bactérias. Em alguns casos. provoca alterações em sua oxigenação e nutrição, interferindo na saúde celular e cicatrização.

Pessoas de qualquer idade, desde crianças muito novas a idosos, podem desenvolver uma gengivite. Ela é uma resposta do organismo ao agente agressor na tentativa de combatê-lo e reequilibrar a saúde dos tecidos.


A seguir, listamos as principais causas da gengivite para que você entenda o que lesiona ou prejudica esse tecido. Confira!


Higiene bucal inadequada


A escovação inadequada e o não uso do fio dental favorecem o desenvolvimento da placa bacteriana. Ela é um biofilme que se origina dos resíduos de alimentos fixados nos dentes e serve como alimento para micro-organismos danosos, que liberam ácidos estimulando a resposta inflamatória do sistema imunológico.


Desalinhamento dentário


O desalinhamento dentário em si não é o que causa gengivite. Neste caso, o problema está na dificuldade que a pessoa encontra para higienizar todas as faces do dente. A escova pode não alcançar certas áreas e, com isso, a placa bacteriana se forma e ocorre a inflamação dos tecidos gengivais.


Deficiências nutricionais


Como qualquer outro tecido do nosso corpo, as gengivas precisam de nutrientes para se manterem saudáveis e fortes. Por isso, quando há desequilíbrios nutricionais sua imunidade é afetada e elas ficam mais suscetíveis ao ataque das bactérias, além de terem dificuldade para combater pequenas lesões, que acabam agravando.


Tabagismo


As toxinas do cigarro provocam diversos desequilíbrios na saúde bucal. Elas interferem na qualidade da saliva, afetam a circulação sanguínea, estimulam a formação da placa bacteriana e deixam as gengivas sensíveis. Por isso, o tabagismo é um dos motivos para a manifestação da gengivite, além de outras doenças bucais.


Diabetes


Uma das complicações provocadas pelo diabetes é a dificuldade para o organismo cicatrizar lesões e combater inflamações. Sendo assim, pessoas que não fazem o devido controle dos níveis de glicose no sangue ficam mais suscetíveis a desenvolverem a gengivite.


Variações hormonais


Os hormônios também influenciam no equilíbrio da saúde bucal. Então, quando há variações significativas em suas taxas, isso interfere na produção e qualidade da saliva, na oxigenação celular e na capacidade do organismo combater os micro-organismos causadores da inflamação na gengiva.


Sintomas da gengivite


Além de saber o que causa gengivite é essencial conhecer os sintomas que essa inflamação desencadeia. Afinal, eles começam sutis e tendem a se agravar, se não houver o devido tratamento. Por isso, é preciso ficar atento e evitar que o problema evolua para um quadro de periodontite, que é uma doença mais grave e complexa.

Entre os sinais que indicam a presença de inflamação na gengiva estão:


  • mudança de coloração (da cor rósea clara para vermelhidão)

  • dor;

  • inchaço;

  • escurecimento do tecido;

  • sensibilidade;sangramentos;

  • mau hálito;recessão gengival;

  • formação de bolsa gengival;

  • gosto ruim na boca.


Lembrando que você precisa estar atento a qualquer pequena alteração em suas gengivas e, ao perceber alguma diferença, procure um bom dentista. Assim evitará que o quadro se agrave e não haverá maiores prejuízos.


Agora que você já sabe o que causa gengivite, procure evitar os fatores de risco e não se esqueça de fazer visitas periódicas ao dentista. Ele ajudará a identificar os primeiros sintomas e recomendará o melhor tratamento para reequilibrar sua saúde bucal.


Mas, para cuidar bem dos seus dentes e gengivas é essencial contar com bons profissionais. Por isso, veja neste outro artigo como escolher a melhor clínica odontológica.

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco