Quais são as doenças de boca mais comuns?


Algumas doenças comuns na cavidade bucal podem trazer sérios prejuízos para a saúde do ser humano. Isso porque a boca é uma das principais portas de entrada para bactérias nocivas à saúde de nosso organismo.


Por isso, quando falamos em ter uma higiene bucal eficiente, estamos orientando nossos pacientes a não cuidarem somente do sorriso, mas também de seu bem-estar geral.

Neste post, falamos sobre as doenças bucais mais comuns e a importância da prevenção. Vamos lá?


Cárie

A cárie é a doença bucal mais comum e, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), atinge quase 100% dos adultos em todo o mundo. A principal causa da cárie é a falta de higiene bucal aliada ao consumo excessivo de açúcar, o qual contribui para a proliferação de bactérias que liberam ácidos que destroem os dentes.


Para evitar o problema, você deve escovar os dentes sempre após as refeições, passar o fio dental diariamente e evitar alimentos açucarados. Lembrando que, se a cárie não for tratada, ela pode atingir a polpa dentária. Nesse caso, torna-se necessário fazer um tratamento de canal e, em casos mais graves, é preciso extrair o dente.


Gengivite

A gengivite está entre as doenças de boca mais comuns e carateriza-se pela presença de inchaço e sangramento nas gengivas na hora de escovar os dentes e passar o fio dental. Ela é provocada pelo acúmulo de placa bacteriana e, se não for tratada, pode evoluir para periodontite, que é uma doença que traz consequências graves.


Para prevenir a gengivite, é preciso adotar uma boa rotina de higiene bucal, além de ir ao dentista de 6 em 6 meses para fazer a terapia periodontal (limpeza dos dentes) . O procedimento remove a placa bacteriana presente entre os dentes e a gengiva, evitando assim o aparecimento da gengivite.


Periodontite

A periodontite é uma doença grave que causa a destruição de ossos e ligamentos que dão sustentação aos dentes. Caso o problema não receba o devido tratamento, o paciente pode perder os dentes. Além disso, se as bactérias presentes na infecção caírem na corrente sanguínea, o paciente pode sofrer com problemas sistêmicas. No mais, mulheres grávidas com o quadro de periodontite correm o risco de ter seu bebê prematuro.


Os sintomas mais comuns da doença são: mau hálito, gengivas com aspecto avermelhado ou arroxeado, sangramento frequente (principalmente durante a escovação), sensibilidade nas gengivas, inchaço e mobilidade dentária.


Para evitar o aparecimento da periodontite, é importante ter uma higiene bucal eficiente e visitar o dentista regularmente. Ademais, a gengivite deve ser tratada logo em seu estágio inicial.


Halitose

O mau hálito também está entre as doenças de boca mais comuns. Apesar de não trazer nenhum prejuízo à saúde bucal do paciente e nem à estética do sorriso, a halitose causa constrangimento. Isso porque ninguém gosta de ficar perto de uma pessoa que tem aquele hálito mau cheiroso.


Entre as principais causas do mau hálito está a presença de saburra lingual — uma massa esbranquiçada presente no dorso da língua que é formada por restos alimentares. Outros fatores como falta de salivação, refluxo gastroesofágico e consumo excessivo de álcool e de tabaco também contribuem para o problema.


A melhor maneira de evitar a halitose é ter uma dieta equilibrada, beber bastante água e cuidar bem de sua higiene bucal.


Essas são as doenças de boca mais comuns atualmente. Como você viu, algumas delas trazem consequências graves. Por isso, a prevenção é sempre a melhor opção, pois além de ser menos custoso, ainda priva o paciente de tratamentos mais invasivos e de incômodos como dores e sangramento.


Gostou do post e quer ficar por dentro de outros assuntos relacionados à saúde bucal? Então, siga nossos perfis no Instagram e no Facebook e acompanhe as postagens do nosso blog!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco