Conheça o melhor tratamento para apneia do sono e livre-se do problema!





Você sabia que o tratamento para apneia do sono é essencial para evitar danos mais graves relacionados à respiração do indivíduo? O problema, que é caracterizado por pequenas interrupções na respiração durante o sono, além da presença intensa de ruídos, impede um descanso adequado e evita que a pessoa recupere as energias.


Com base nisso, resolvemos desenvolver mais sobre o assunto e falar acerca da apneia do sono, incluindo as suas causas, os seus sintomas e as opções para tratar o problema. Se você quer saber mais, continue com essa leitura!


Afinal, o que é a apneia do sono?

A apneia é um distúrbio que para, momentaneamente, a respiração de uma pessoa enquanto ela está dormindo. Isso ocorre porque as vias respiratórias, na região da garganta e do nariz, são obstruídas quando os músculos da faringe não estão regulados, mas existem também outros fatores de risco.


Ela provoca roncos intensos durante a noite e, em situações mais graves, até mesmo engasgos. Em grande parte dos casos, a pessoa que sofre com o problema não percebe as interrupções na respiração.


Quais são as suas causas?

Existem vários fatores associados à apneia do sono, especialmente o fechamento da faringe, como já mencionamos. No entanto, existem outras patologias que contribuem para o aparecimento do problema, como desvio de septo, pólipos nasais, amídalas e adenoides grandes e tumores.


Entre os fatores de risco e hábitos, é válido citar excesso de peso, tabagismo, consumo excessivo de álcool e de sedativos e, até mesmo, o hábito de dormir de barriga para cima.


Quais são os sintomas?

Além da presença de roncos, sufocamento e paradas de respiração durante a noite, o indivíduo também pode ter um sono agitado, ou seja, acordar, mesmo sem perceber, várias vezes durante a noite e levantar para usar o banheiro mais de uma vez.


É comum também ter sonolência durante o dia, excesso de cansaço, dor de cabeça, diminuição do rendimento no trabalho e nos estudos, alterações de memória e de concentração, estresse, desenvolvimento de depressão e, até mesmo, impotência sexual.


O diagnóstico é realizado por meio de um exame específico, chamado polissonografia, que identifica a presença de problemas que atrapalham o sono. Também é comum que o médico solicite exames físicos da garganta, do pescoço, da face e dos pulmões do indivíduo.


Qual é o tratamento para apneia do sono?

Quando não tratada, a apneia do sono pode se tornar um fator de risco para a arritmia cardíaca e a pressão alta. Isso acontece porque a diminuição do oxigênio afeta o sistema nervoso, contribuindo para a contração dos vasos sanguíneos e aumentando o ritmo dos batimentos cardíacos. Portanto, é essencial realizar um tratamento adequado. Confira alguns dos principais!


Uso de dilatadores de narina

Para os casos mais leves, normalmente associados ao hábito de respirar pela boca, o uso de dilatadores nasais, junto à mudança de hábitos, pode resolver a apneia. Todavia, é importante deixar de lado hábitos que estão prejudicando ou desencadeando o problema, como fumar e ingerir substâncias sedativas.


Além disso, é essencial buscar um estilo de vida mais saudável por meio da prática de atividades físicas e de uma alimentação saudável e equilibrada em nutrientes.


Uso do aparelho intraoral

Considerado o principal tratamento, o aparelho intraoral atua para manter a boca fechada durante a noite, além de projetar a língua e a mandíbula um pouco mais para frente, ampliando o espaço disponível para a passagem de ar.


Ele é confeccionado de acordo com cada indivíduo e é usado somente durante o sono. Por isso, é uma opção discreta e que se adapta facilmente, além de proporcionar mais conforto, mais qualidade do sono e, consequentemente, mais autoestima e qualidade de vida.


O aparelho chama-se placa Intra Oral e é indicada para pacientes que apresentam ronco e apneia leve e moderada. Os aparelhos são confeccionados em laboratório feito de forma individualizada.  Esses aparelhos posicionam a mandíbula mais anteriormente, levando todas as estruturas do assoalho da boca e língua a se anteriorizarem , melhorando o espaço orofaríngeo, melhorando assim a passagem de ar.


O uso desses aparelhos traz os seguintes benefícios: o paciente dorme melhor, tem um sono mais tranquilo, dormindo melhor produz de maneira mais adequada os hormônios (que são produzidos durante o sono), diminui a sonolência e melhora a disposição durante o dia, diminui os riscos de algumas doenças como: infarto, AVC e Diabetes.  O uso do aparelho é durante o sono de forma contínua.


  • Após a instalação e adaptação inicial o paciente retorna ao médico para repetir os exames como polissonografia para avaliar a efetividade do aparelho.

  • O tratamento deve ser feito de forma multidisciplinar com interação entre médicos do sono  e ortodontista capacitado para efetividade do mesmo.


Agora que você já sabe como ocorre o tratamento para apneia do sono, quais são as suas causas e os seus sintomas, atente aos sinais e procure um profissional para realizar os exames. Vale mencionar que o aparelho intraoral normalmente é encontrado em clínicas odontológicas. Basta ir a alguma de sua confiança e impedir que a condição se agrave ainda mais.


Você conhece alguém que sofre com a apneia? Então, deixe, nos comentários, a sua experiência com o problema! Até a próxima!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

Ligue para o IOS!

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco