Posso tirar o aparelho antes do tempo? Veja 6 problemas!




Nenhuma pessoa é obrigada a fazer tratamentos de saúde. Por isso, é um direito do paciente tirar o aparelho antes de finalizar o período previsto pelo Ortodontista. No entanto, alertamos que essa prática pode trazer grandes prejuízos para o próprio indivíduo.


Todo tratamento odontológico precisa ser realizado corretamente em cada uma de suas etapas para que traga os resultados esperados em relação à saúde bucal e à estética. Assim, quando são interrompidos, podemos dizer que os trabalhos ficam inacabados e não há uma recuperação correta.


Para que você entenda melhor, preparamos este artigo a fim de falar especificamente da remoção do aparelho dentário antes do tempo. Continue lendo e conheça os 5 principais problemas que podem acontecer quando há uma interrupção do tratamento ortodôntico.


1. Recidiva dentária

O que da suporte aos dentes são o osso alveolar e o ligamento periodontal (composto de fibras), e esses tecidos são maleáveis. Por isso, é possível fazer as movimentações dentárias por meio do aparelho ortodôntico. No entanto, esses tecidos têm uma espécie de memória natural, ou seja, o organismo da pessoa “se lembra” da posição anterior dos dentes.


Sendo assim, tirar o aparelho antes do tempo e muitas vezes sem o acompanhamento do Ortodontista, permite que esses tecidos se reorganizem para sua posição original. Então, os dentes podem entortar outra vez e causar um grande retrocesso no tratamento, podendo até perder completamente o tratamento e todo o tempo e dinheiro investido.


2. Instabilidade da mordida

As correções realizadas pelo Ortodontista são mais visíveis quando ele trabalha a posição dos dentes. No entanto, existe uma série de ajustes finos que precisam ser feitos para reposicionar também a raiz dos dentes, e isso influencia o modo como as arcadas dentárias se encaixam, ou seja, a mordida.


Se você tirar o aparelho antes de finalizar o tratamento, ocorrerão instabilidades nesse encaixe. Com isso, em médio ou longo prazo, você perceberá sintomas, como desgaste dos dentes e dores na face, em função da sobrecarga das estruturas bucais.


3. Desgastes nos dentes

Como citamos no item anterior, os desgastes dentários acontecem por causa do modo como as arcadas dentárias se encaixam inadequadamente, quando o paciente tira o aparelho antes de finalizar o tratamento.


As coroas dos dentes superiores e inferiores se tocam do modo errado quando a pessoa mastiga ou morde. Assim, o esmalte dentário sofre pequenas lesões ao longo do tempo nessas áreas de maior contato. Ele desgasta por causa desse atrito, condição que leva à sensibilidade.


4. Alterações teciduais

A sobrecarga gerada em função das alterações na mordida impacta todos os tecidos que circundam o dente. Portanto, a gengiva e o osso alveolar podem ser prejudicados se você tirar o aparelho antes da hora.


O tecido gengival sofre uma recessão, perda de tecido de proteção do dente, deixando a raiz do dente exposta. O osso alveolar, que serve como base para os dentes, sente os impactos e, aos poucos, é perdido, ficando cada vez menor ou mais fino.


5. Reinvestimento

Conforme explicamos, os dentes podem voltar à sua posição original quando o paciente interrompe o tratamento ortodôntico. A única forma de corrigir o problema é reiniciando esse tratamento. Então, há um novo investimento no mesmo procedimento.


Portanto, além de perder o tempo que já foi dedicado pelo paciente e pelo dentista, ainda haverá um impacto financeiro com uma nova documentação, com a confecção de outro aparelho (dependendo do tipo a ser utilizado) e com as manutenções.


Além disso, tentar tirar o aparelho em casa traz sérios prejuízos para os dentes, danificando o esmalte e provocando lesões, correndo o risco de fraturar e/ou perder o dente. Por isso, antes de iniciar o tratamento, esclareça as suas dúvidas para que você saiba o que esperar. Vale lembrar que existem opções de dispositivos que fazem correções mais rápidas, como os alinhadores invisíveis.


6.Em que casos posso tirar o meu aparelho ortodôntico?


Casos de doenças, que exigem internações, e não ha possibilidade do acompanhamento ortodôntico mensal. E casos de necessidades de exames, como ressonância, é preciso então, remover o aparelho.


Conte com um bom profissional para que o tratamento seja bem planejado e para que você use o dispositivo pelo menor tempo possível. Na IOS Instituto Odontológico, você encontra opções de aparelhos modernos para fazer um tratamento mais rápido e confortável. Assim, não precisará ter pressa para tirar o aparelho.

Saiba mais sobre os tratamentos ortodônticos e sobre outros procedimentos oferecidos por nós. Entre em contato com a nossa equipe de especialistas!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco