Veja as principais causas do sangramento na gengiva e como tratar!

Atualizado: Mar 4



Não são todas as doenças bucais que afetam os dentes. Muitas ocorrem, também, nos demais tecidos da cavidade oral. Por isso, problemas como o sangramento na gengiva podem indicar que alguma coisa está errada e precisa de atenção.


Quando o tecido gengival não está bem ele apresenta diversos sintomas como inchaço, dor, vermelhidão e, em alguns casos, sangramento. Quando isso acontece com muita frequência é preciso ter ainda mais cuidado, porque a gengiva pode estar inflamada ou infeccionada.

Como esse assunto é muito importante, preparamos este artigo para explicar quais são as principais causas desses sangramentos na gengiva e de que maneira eles podem ser tratados. Continue lendo e veja como cuidar ainda melhor do seu sorriso.


Causas do sangramento na gengiva

Ter sangramento na gengiva não é normal. Embora isso seja um problema comum, trata-se de um sinal que o corpo emite para alertar que algo está errado com a boca. Isso pode acontecer como resultado de um pequeno corte, por exemplo, mas também indicar uma doença bucal em curso.

Sendo assim, o ideal é procurar um dentista para que ele possa verificar o que está causando esses sangramentos e indicar o tratamento mais adequado. A seguir, apresentamos as principais causas desse problema para que você entenda melhor a origem dele.


Traumas

Um trauma consiste em um tipo de lesão. Quando na boca, ele pode ocasionar sangramento na gengiva como quando utilizamos o fio dental de um jeito errado. Também pode acontecer de um alimento, pancada ou objeto lesionar esse tecido, bem como a própria escova de dente impacta-lo provocando um machucado.


Deficiência de vitaminas

A carência de vitaminas desencadeia diversos sintomas no organismo que são característicos dependendo da substância em falta. O sangramento na gengiva se manifesta quando há uma baixa ingestão de vitamina C, ocasionando escorbuto; ou vitamina K, que contribui com a coagulação do sangue.


Gengivite

Trata-se de uma inflamação que afeta as gengivas provocando sangramento e diversos outros sintomas. Quando ela não recebe tratamento, tende a evoluir desencadeando a periodontite, um quadro mais grave que afeta todos os tecidos que sustentam os dentes.


Outros fatores

Algumas doenças têm como sintoma o sangramento na gengiva, como é o caso da leucemia. Esse problema também ocorre por causa de alterações hormonais (menopausa e gravidez), e ausência de vitamina D ou K, e pode ser o resultado de implantes ou próteses com problemas e também casos de diabetes sem o devido tratamento.


Tratamentos para sangramento na gengiva

O sangramento na gengiva é tratado dependendo da sua causa, por isso, é preciso avaliação de um Periodontista, que é o dentista especialista no tratamento dos tecidos gengivais e osso na cavidade bucal. Quando o sangramento se relaciona com doenças sistêmicas é necessário o atendimento interdisciplinar, ou seja, o Periodontista e o médico.


No caso dos problemas que se relacionam com a boca, como você viu, a origem do sangramento pode estar na realização inadequada da higiene bucal. Em função disso ocorrem os ferimentos na gengiva ou há o acúmulo de placa bacteriana, desencadeando a gengivite.


Quando ela se manifesta, podemos tratar o sangramento na gengiva de diferentes formas, como:

Terapia periodontal (raspagem supra gengiva, profilaxia e flúor);Melhora no uso do fio dental e escovação uso de enxaguantes bucais apropriados;administrando medicamentos anti-inflamatórios.


O profissional também instruirá seu paciente sobre como realizar a higiene bucal do jeito certo, de forma a impedir que a placa bacteriana se acumule mais uma vez, o que leva à formação do cálculo e à inflamação da gengiva.


O suporte do dentista é essencial para fazer a prevenção desse problema. Portanto, a cada 6 meses é importante agendar uma consulta para fazer uma avaliação e adotar as medidas preventivas de remoção do calculo e da profilaxia.


Caso você note sangramento na gengiva, não ignore esse problema, principalmente se ele for recorrente. Converse com um dentista de sua confiança para que ele possa indicar o tratamento de acordo com a causa. Afinal, conforme explicamos, a tendência é a inflamação se agravar cada vez mais.


Algumas pessoas convivem com o sangramento na gengiva sem saber que se trata de um problema. Então, compartilhe esse artigo em suas redes sociais para que seus amigos também recebam esse alerta.

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

Ligue para o IOS!

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco