Entenda as consequências da perda óssea nos dentes e as opções de tratamento


Você sabia que a perda óssea nos dentes é capaz de prejudicar a beleza e a saúde de um sorriso? Apesar de não ser visível, o tecido óssea envolve toda a raiz do dente, e esse é coberto pela gengiva. É ela que oferece toda a estrutura para os dentes, mas, com o passar dos anos, é normal que vá sofrendo desgastes.


Além disso, a má higienização bucal e a existência de alguns problemas bucais, como a deficiência de cálcio, podem acelerar o processo, afetando a gengiva, os ligamentos e o osso da região.

Com base nisso, vamos falar mais sobre o assunto e apresentar quais são as consequências da perda óssea no dente e quais são as opções de tratamento. É válido mencionar que o problema surge especialmente em pacientes da terceira idade, mas também pode ocorrer em jovens e adultos que não cuidam da saúde bucal. Se você quer saber mais, continue com a leitura desta publicação!


Quais são as consequências da perda óssea nos dentes?

Por se tratar de um problema que afeta toda a estrutura dentária, a perda óssea nos dentes pode gerar várias consequências negativas na região. Confira!


Alongamento dentário

A sensação de que os dentes estão mais alongados é uma das primeiras consequências visíveis da perda óssea. Isso acontece porque a gengiva retrai em direção à raiz do dente, afastando-se da coroa, que é a parte branca visível ao abrir a boca. Nesses casos, a raiz do dente também pode ficar exposta e deixá-lo visualmente mais alongado.


Mobilidade dentária

Alguns dentes podem ser totalmente afetados pelo enfraquecimento da estrutura óssea, o que provoca a sua mobilidade. A sensação é de que os dentes estão bambos e sensíveis. Em casos mais graves, é possível, ainda, que ocorra a perda do dente.


Periodontite

Uma das causas da perda óssea é a má higienização bucal. Quando isso acontece, detritos alimentares ficam acumulados por muito tempo na área entre a gengiva e o dente, gerando o acúmulo de bactérias. Essas bactérias podem provocar mau hálito, inflamações e infecções, prejudicando a saúde gengival e contribuindo para o aparecimento de problemas periodontais.


Desalinhamento dentário

O posicionamento dentário ocorre devido a um equilíbrio entre cada parte da boca, incluindo dentes, língua e a própria estrutura óssea. Quando ocorre algum desgaste, especialmente estrutural, os dentes acabam se movendo com rapidez. Além de afetar a estética do sorriso, o desalinhamento dentário também pode comprometer a fonética e as funções dentárias, como a mastigação.


Quais são os tratamentos mais comuns?

O tratamento para a perda óssea dependerá do grau de desgaste de cada paciente. Essa análise, assim como a execução do procedimento, só deve ser realizada por um profissional. No entanto, existem alguns tratamentos que são mais comuns. Confira!


Enxerto gengival

Perda de gengiva de proteção dos dentes, as chamadas, recessões gengivais . Vale mencionar que esse tecido normalmente é retirado do próprio paciente, mas também existe um banco de tecidos sintéticos específicos para essa função.


Regeneração óssea guiada

A regeneração óssea guiada é uma técnica que utiliza osso ou hidroxiapatitas (material sintetico) e membranas que impedem o surgimento de tecidos diferentes. Esses materiais servem para conduzir o crescimento do osso.


Agora que você já sabe quais são as consequências da perda óssea nos dentes e quais são as opções de tratamento mais utilizadas, procure um profissional e faça a sua avaliação. Além disso, lembre-se sempre de optar por clínicas odontológicas de referência no mercado.


Este conteúdo foi útil? Entre em contato conosco e conheça os nossos serviços. Até a próxima!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco