top of page

Manutenção correta é a chave para a durabilidade de implantes

A boca é uma estrutura complexa e em constante atividade. Solicitamos as suas estruturas para morder, mastigar, sugar, engolir e falar. Isso sem contar que na boca habita toda uma flora de micro-organismos que fazem dessa área um complexo ecossistema. Por todas essas razões é que insistimos em um ponto de alerta para quem tem implantes dentários: não é porque o dente natural já não está mais ali que a manutenção odontológica pode ser deixada de lado.




Dra. Marlei Bonella é implantodontista.


A durabilidade de um implante bem feito é muito grande. “Em cerca de 95% dos casos, se não há nenhum tipo de rejeição nos dois primeiros anos de uso, os implantes têm chances de durar por toda a vida do paciente, desde que sejam feitas as devidas manutenções”, enfatiza a implantodontista Marlei Bonella.

Sendo assim, “fazer as devidas manutenções” é a chave para que a longevidade do implante realmente aconteça!


Especialista em Prótese Dentária e Prótese Sobre Implante, a dentista Erika Goldner explica que um quadro que pode ocorrer é um ligeiro afrouxamento da prótese – que é parafusada sobre o implante de titânio afixado no osso. Caso esse parafuso afrouxe, é necessário que o paciente procure logo o dentista, para fazer o ajustamento da peça e a restauração da prótese, impedindo que a situação torne-se mais complexa de ser resolvida.


Segundo as especialistas, o ligeiro afrouxamento da prótese pode ocorrer por várias razões: trauma no local, problemas na mastigação, perda de tecido ósseo, desestabilização da unidade por causa da perda de outro dente, etc.


“Devemos lembrar que a boca é submetida a atividades mecânicas e as estruturas que estão envolvidas nisso podem sofrer desgastes, como ocorre em qualquer outro sistema”, explica Erika.

Dessa forma, o que as dentistas recomendam é que a pessoa que tem implante dentário mantenha o calendário semestral de visitas ao dentista, como devem fazer todos os demais pacientes. Nessa oportunidade, além das medidas de profilaxia, cuidando da retirada da placa bacteriana e do cálculo dentário, o dentista também irá observar o estado dos implantes, certificando-se de que estão bem ajustados e funcionando conforme o esperado.


Caso o paciente com implante dentário note qualquer instabilidade na unidade implantada ao mastigar ou falar, o dentista deve ser procurado o mais brevemente possível. O mesmo deve ser feito em caso de dor após o período de recuperação, sangramentos ou qualquer outro tipo de incômodo na região.


SAIBA MAIS SOBRE IMPLANTE DENTÁRIO

– A colocação de implantes dentários é considerada hoje o método mais eficaz para repor unidades dentárias perdidas;implante esquema

– O procedimento pode ser realizado em qualquer pessoa que já atingiu a maturidade óssea. E até mesmo pacientes com idade bem avançada podem usufruir das técnicas de Implantodontia disponíveis atualmente, beneficiando-se, inclusive, da possibilidade de enxertos ósseos, quando há perdas desse tecido;

– Para a realização de tratamento com implantes é necessário fazer um estudo do paciente, o que envolve as seguintes etapas: realização de exames clínicos da cavidade bucal, realização de radiografias, confecção de modelos de estudo (molde da dentição em gesso) e exames da saúde geral do paciente, que incluem análises laboratoriais e risco cirúrgico;

– O tratamento com implantes é feito em consultório dentário, com anestesia local. O número de sessões necessárias varia conforme cada caso;

– Muitas vezes, é possível realizar a chamada carga imediata, quando na mesma sessão é realizada a extração da unidade dentária comprometida, a instalação do implante de titânio e a adaptação da prótese provisória sobre o implante. Ou seja, o paciente sai do consultório com um novo dente em uma única sessão.

コメント


MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

VITÓRIA

SERRA

Ligue para o IOS!

Quer dicas da Dra. Marlei para manter sua saúde em dia? Assine nossa newsletter:

bottom of page