Botox na odontologia: entenda agora mesmo como é utilizado


O botox na odontologia é utilizado tanto para fins estéticos quanto para fins terapêuticos e, a fim de fazer uso da substância, é necessário que o profissional faça cursos de capacitação. A toxina botulínica, vulgarmente conhecida como botox, é um veneno extraído de uma bactéria chamada Clostridium botulinum.


Esse veneno é bastante tóxico e, quando infecta alimentos, pode levar as pessoas ao óbito. No entanto, quando utilizada na dosagem correta, a toxina botulínica ajuda a amenizar problemas e ainda promove o rejuvenescimento facial. Continue a leitura e entenda mais acerca do tema!


Quais são as indicações do botox na odontologia?

O botox é indicado para diversos problemas, proporcionando excelentes resultados. Veja, a seguir, quais condições podem ser corrigidas com o uso da toxina botulínica.


Sorriso gengival

O sorriso gengival é um problema que afeta bastante a autoestima das pessoas, pois prejudica a estética do sorriso. Então, para quem deseja corrigir o problema, mas não quer passar por uma cirurgia, o botox é uma excelente opção.

A substância age paralisando o músculo responsável pela elevação do lábio, o que causa a mostra excessiva da gengiva.


Bruxismo

O bruxismo — ato de apertar e ranger os dentes, principalmente durante o sono — causa desgastes severos nos dentes e danos ao sorriso e ao bem-estar do paciente, pois quem sofre com o problema tem constantes dores de cabeça. Quando o botox é aplicado na musculatura da face, ele diminui a força excessiva empregada pela pessoa ao apertar ou ranger os dentes, diminuindo os efeitos negativos causados pelo bruxismo. Também contribui para evitar fraturas dentais causadas pelo apertamento dos dentes.


Disfunções da ATM

Quem sofre com disfunções na ATM tem constantes dores de cabeça e no pescoço e dificuldade para abrir ou fechar a boca. Felizmente, o problema também pode ser tratado com o botox. A substância relaxa a musculatura e alivia as dores do paciente, proporcionando uma melhor qualidade de vida.


Assimetria facial

A assimetria facial é um problema causado pelo crescimento exagerado do masseter — o principal músculo responsável pela mastigação. Quando isso acontece, um lado da face fica visivelmente mais largo do que o outro.


Com a aplicação do botox, há uma regressão no tamanho do músculo, que é observada alguns meses após o procedimento.


Implantes dentários

O botox também é bastante utilizado em cirurgias que envolvem muitos implantes dentarios, pois, provoca relaxamento dos músculos responsáveis pela mastigação, evitando micromovimentos que interferem na osseointegracao dos implantes.


Rejuvenescimento facial

O botox na odontologia também pode ser usado para fins estéticos, conforme falamos no início do artigo. Os dentistas podem aplicar a substância para tratar rugas dinâmicas — aquelas que aparecem quando fazemos mímica facial. O tratamento ajuda a rejuvenescer a face e ainda previne o aparecimento de novas rugas.


No entanto, os efeitos do botox não são definitivos e duram entre 4 e 6 meses. Após esse período, é necessária uma nova aplicação, tanto em tratamentos estéticos quanto nos terapêuticos.


Quais os benefícios do uso do botox na odontologia?

O uso do botox na odontologia oferece diversos benefícios aos pacientes. O principal deles é o resgate da autoestima, já que determinados problemas, como assimetria facial, sorriso gengival e rugas, deixam as pessoas inseguras com sua aparência. O paciente que tem bruxismo e apertamento, queixam-se de acordarem cansados e com dores na musculatura da face. Portanto, o botox age melhorando o sono do paciente e a qualidade de vida.


A qualidade de vida dos pacientes também é restabelecida, uma vez que o tratamento diminui as dores causadas por bruxismo e disfunções na ATM. Os pacientes que tem bruxismo e apertamento, queixam-se de acordarem cansados e com dores na musculatura da face. Portanto, o botox age melhorando o sono do paciente, causando conforto e bem estar.


Quais são os cuidados necessários após a aplicação do botox?

Apesar de não ser um procedimento invasivo, o paciente deve tomar alguns cuidados após realizar a aplicação do botox. É preciso evitar fazer exercícios por 2 dias após a aplicação e evitar o uso de cosméticos e massagens por 24 horas.


Vale ressaltar que, apesar de ser comum o uso do botox na odontologia, é imprescindível procurar por profissionais devidamente capacitados para realizar qualquer tipo de tratamento que envolva o uso do produto. Caso contrário, os resultados não serão satisfatórios.


Gostou do post e quer saber mais sobre o procedimento? Entre em contato conosco e conheça nossa equipe de profissionais!

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

Ligue para o IOS!

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco