Conheça os alimentos que deixam os dentes e as gengivas mais fortes

📷


Qualquer pessoa bem informada hoje em dia sabe de cor uma lista enorme de razões para manter uma alimentação saudável e bem balanceada. Mas será que você está de fato bem informado sobre o impacto de determinados nutrientes (ou da falta deles) sobre os seus dentes e a sua saúde bucal em geral?


Pois é, pouca gente pensa nisso. Mas a saúde começa pela boca e cuidar da nutrição visando dentes e gengivas sadias é também uma medida preventiva da maior importância – junto com os hábitos de higienização e as visitas regulares ao dentista, é claro.


Um estudo realizado em 1989, por um grupo do Centro de Pesquisas Odontológicas São Leopoldo Mandic, com 100 pacientes, sendo 60 homens e 40 mulheres, todos na faixa etária entre 25 e 35 anos, chegou à seguintes conclusões:

– Pacientes que mais ingerem cálcio têm incidência menor de cáries.

– A incidência de cáries também é menor entre pacientes que com uma dieta rica em fontes de fósforo e de Vitamina A.


Essa é apenas uma amostra de todo um universo de pesquisas científicas que comprovam, ano após ano, a importância desses três nutrientes, em especial, para a saúde bucal.


Falemos sobre eles, então:

– Cálcio: no organismo, ele está distribuído entre os ossos, dentes e o sangue, estando envolvido no metabolismo de praticamente todas as células do corpo. Especificamente em relação aos dentes, assim como nos ossos, esse elemento é fundamental para a formação de uma estrutura forte resistente. O cálcio está presente nos vegetais verde escuros (como brócolis, espinafre e agrião), nos cereais integrais, em peixes (salmão, bacalhau, sardinha), na soja e também no leite e derivados. Porém, a absorção e fixação do cálcio presentes nos alimentos que ingerimos depende da presença de Vitamina D no nosso organismo.

– Vitamina D: embora esteja presente em alguns alimentos como ovos, óleos vegetais, manteiga e vísceras de animais, a fonte mais importante dessa vitamina é a exposição solar. Estima-se que pelo menos 15 minutos diariamente são suficientes para que o organismo consiga sintetizar essa substância tão importante para a saúde óssea.

– Fósforo: funciona em associação com o cálcio, sendo também um elemento vital no processo relacionado com o crescimento e manutenção de ossos e dentes. Além disso, esse elemento também ajuda a ter gengivas saudáveis. Deficiências de fósforo no organismo são raras, pois esse elemento está presente em grande parte dos alimentos. Mas alguns pacientes com condições especiais podem apresentar essa carência, como os alcoólicos, diabéticos em determinadas fases da doença ou mesmo pacientes que façam uso crônico de antiácidos contendo alumínio.

– Vitamina A: a carência dessa vitamina produz alterações no desenvolvimento dos dentes. Ela está presente em leite, ovos vegetais verdes e óleo de fígado de peixe.

MARQUE SUA AVALIAÇÃO AGORA

Ligue para o IOS!

  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Instagram Branco